THE JAGUAR 06

  • Tecnologia
  • Sagmeister
  • Jaguar
Às vezes provocativo, sempre criativo: conheça o designer gráfico Stefan Sagmeister | Os artesãos de madeira britânicos trazem uma nova dimensão para uma habilidade antiga | Experimente as delícias da culinária do chef com estrelas Michelin Paul Pairet em Shanghai | Veja como Iris van Herpen está redefinindo a tecnologia da moda | Viaje no tempo para uma cidade futurista em Seoul

30 THE

30 THE JAGUAR A especialista em forragem, Pauliina Tovainen (à esquerda) e o fundador da Everfells, Robert Nuorteva (acima), são simbólicos da conexão profunda que os finlandeses têm com o ar livre e com a natureza. Abaixo: O I-PACE é uma forma serena de explorar este aspecto da Finlândia

VIAGEM DE DESTINO ao lado de um lago, a algumas horas da cidade. É apenas uma parte vida aqui que todos têm. Nós encontramos Robert Nuorteva em um café em Helsinque. Ele é o fundador da Everfells, uma startup que conecta guias da selva com pessoas que procuram experiências selvagens. Robert reconhece este impulso finlandês coletivo. "Todo finlandês sabe qual é o sentimento quando vai da cidade para uma cabana", diz ele. "Você sai do carro, fecha a porta, e você é atingido pelo silêncio. Nunca é tão silencioso, mesmo à noite, na cidade - há sempre ruído de fundo. Na cabana, tudo é realmente silencioso. Silêncio perfeito." Ao dirigir o I-PACE para a floresta Taiga finlandesa, o silêncio atinge você muito antes de sair do carro. Ter um carro elétrico, é viajar em silêncio. Para alguém criado com motor de combustão, o sentimento é um pouco irreal. Perdi alguma coisa, você se pergunta? Será que é tão fácil assim? Mas é fácil assim. Meia hora na floresta, você começa a entender o fato de que é "fácil". Eu posso ver no “Head Up Display” no meu pára-brisas que estamos viajando rápido, mas só ouço o ritmo macio dos pneus na neve. Não há silêncio como o silêncio do inverno Ártico. Os finlandeses têm cinco estações, eles têm “Meio Inverno” e “Inverno da Primavera”. No “meio inverno”, o sol quase não aparece. As pessoas vão para suas casas, aquecem suas saunas de fumaça e fazem furos no gelo do lago para nadar. As saunas são talvez o modelo original de muitas das obras de arquitetura moderna na Finlândia, com sua estrutura única de madeira. Como guia da selva, Markku Janhonen – nativo da região leste de Karelia – explica, a sauna é um local quase sagrado para os finlandeses. "É normal ficarmos quietos na sauna", diz ele. "É um lugar silencioso para sentar, relaxar e observar o lago." A sauna tem sido um espaço sagrado para os finlandeses desde antes do cristianismo - um lugar de reflexão e, como era quente e limpo, um lugar onde crianças nasciam. Há algo no silêncio finlandês, e no aumento dos sentidos que tal silêncio " O SILÊNCIO AU- MENTOU MEUS SENTIDOS. NOTEI QUE MINHA PER- CEPÇÃO COMEÇOU A AUMENTAR" produz, que parece nos levar aos conhecimentos mais antigos. Por exemplo, Markku explica a importância do barulho quando se está patinando no gelo nórdico durante o inverno. "O som do gelo enquanto patina lhe diz a sua profundidade", diz ele. "Quando o tom fica agudo, o gelo está fino." Pauliina Toivanen especialista em forragem, da Wildfoods de Helsinque, também nos fala do cheiro. "Sua memória olfativa é muito importante", explica ela. "Aprenda os cheiros de plantas venenosas e não venenosas. Quando você sabe a diferença, você não vai se confundir.” Pode não ter nada para colher quando nos encontramos com ela, mas até o inverno pesado é bom para ela. "As plantas crescem mais fortes", diz ela. "Na luta contra o frio, as frutas constroem mais polifenóis." Ela aguarda a seiva de bétula - a primeira forragem da primavera. Depois, ela vai comer brotos de bétula e folhas, dente de leão, urtiga, sabugueiro, sorvas e epilóbios. Pauliina lembra quando ela saiu cavalgando à noite em Kuusamo, sua terra natal no norte da Finlândia. "Foi uma experiência incrível de como a noite e o silêncio aumentaram meus sentidos. O cavalo foi capaz de andar à noite, mas logo notei que minha percepção começou a aumentar. No final, pude ver mais claramente e a minha audição ficou mais aguçada. Os estalos dos galhos ficaram muito altos com o silêncio da noite.” Pareceu, então, que era a nossa experiência também. O Jaguar I-PACE é naturalmente silencioso e, ao se sentar no interior, o silêncio é reforçado pela encapsulação inteligente do motor, laminação acústica no pára-brisas e design aerodinâmico que minimiza o ruído do vento. Também é uma calma que aumenta os sentidos. Quando você parar o I-PACE, saia, e feche a porta atrás de você, você começa a ouvir as pequenas coisas: a trituração da neve nas suas botas; um pica-pau martelando em um tronco distante; o vento passando pelo topo dos pinheiros. Mas, acima de tudo, você ouve o som do silêncio. THE JAGUAR 31

 

JAGUAR

JAGUAR MAGAZINE

 

A REVISTA JAGUAR celebra a criatividade em todas as suas formas, com características que inspiram emoção sensorial, do design sedutor até a tecnologia de ponta.

A edição mais recente apresenta algumas pessoas inspiradoras: de Luke Jennings, criador de Villanelle, uma das personagens mais interessantes dos últimos tempos, a Marcus Du Sautoy, que fala se a inteligência artificial está à beira de se tornar criativa. Na estrada, visitamos os EUA para explorar o paraíso gastronômico de Portland em um Jaguar I-PACE, levamos um Jaguar XE ao sul da França para uma visão de fotógrafo da charmosa cidade de Arles, e muito mais.

A biblioteca

JAGUAR MAGAZINE #07
THE JAGUAR 06
THE JAGUAR 05
THE JAGUAR 04
The Jaguar 03
The Jaguar 02
The Jaguar 01

Na cidade somos todos pedestres.

© JAGUAR LAND ROVER LIMITED 2020

Registered Office: Abbey Road, Whitley, Coventry CV3 4LF
Registered in England No: 1672070
Os números referentes ao consumo de combustível são resultado de testes oficiais do fabricante em acordo com as leis da UE, possuindo função puramente comparativa. O consumo efetivo de um veículo pode diferir dos alcançados em tais testes.