The Jaguar 02

  • Jaguar
  • Carro
  • Corrida
  • Anos
  • Assim
  • Mundo
  • Carros
  • Pilotos
  • Equipe
  • Pista
Neste número, apresentamos um novo membro da família Jaguar, com o lançamento do E-PACE. Romain Grosjean, piloto de F1, revela a sua paixão pela Jaguar, e a equipe Panasonic Jaguar Racing apresenta um insight dos seus preparativos. Além disso, fomos conhecer a corrida de drones e passamos um dia excepcional com o XF Sportbrake.

NOVA TECNOLOGIA Dois

NOVA TECNOLOGIA Dois anos atrás, com a chegada do Ano Novo, Gary Kent, 37 anos, gerente de rede de TI de Surrey, Inglaterra, tomou uma decisão: passaria vinte horas tentando algo que nunca havia feito antes. Pouco tempo depois de ter feito essa promessa, um amigo, antigo competidor semiprofissional de eSports que jogava vídeo games por prêmios extravagantes, mostrou a Kent um vídeo do YouTube com uma corrida de drones. O vídeo mostrava um grupo de pilotos controlando drones que emitiam um zumbido constante, cada um iluminado com identificação de LEDs coloridos e em velocidades altíssimas. Os pilotos usavam óculos de realidade virtual para controlar seus drones e, assim, viam a ação como se estivessem dentro da cabine de um avião. Imediatamente Kent encomendou um drone que pudesse caber na palma da mão – um primo jovem e distante das grandes máquinas usadas hoje para todas as finalidades, desde a produção de vídeo profissional até a gestão de culturas, ou drones usados em alguns países para entregas de pacotes. “Eu fiquei fascinado na hora”, Kent me disse. “Eu sabia que aquilo tinha tudo a ver comigo.” Aquelas vinte horas logo se transformaram em uma semana e depois isso virou um passatempo constante ao qual ele passou a se dedicar. Kent atualizou seu drone e começou a se encontrar com os colegas numa clareira deserta na Floresta Swinley, em Bracknell, na Inglaterra, onde pilotava entre as árvores. À noite, Kent praticava no ginásio abandonado depois que os estudantes da faculdade onde trabalhava tinham ido para casa. O talento de Kent em relação à consciência espacial e aos tempos de reação rápidos, aprimorados por anos em jogos competitivos de vídeo games, fizeram dele um piloto habilidoso. Não muito tempo depois, ele se inscreveu com uma equipe profissional e, em alguns meses, ele já pilotava seu drone a uma velocidade de mais de 150 km/h numa mina de sal na Romênia, numa etapa da Drones Champions League (Liga dos Campeões de Drones). Embora a corrida de drones exista há mais de cinco anos, foi somente nos últimos doze meses que o esporte floresceu e passou de um hobby praticado em estacionamentos de supermercados e em clareiras nas florestas para um empreendimento multimilionário, com equipes profissionais, calendários de corridas, patrocínios lucrativos, pacotes de direitos de canais de TV e a emergência de megastars como Kent. O que possibilitou tudo isso foi a convergência dos avanços tecnológicos. Uma câmera minúscula, montada no nariz do drone, permite ao piloto controlar o veículo usando óculos de realidade virtual. Os avanços na tecnologia das baterias de lítio aumentaram a velocidade dos drones adequados à competição profissional (o tamanho e a potência da bateria ditam atualmente a classe de corrida na qual o drone se encaixa). Numa corrida de sprint de 400 m, que normalmente é dividida em quatro ou cinco voltas de dois minutos, as velocidades podem ultrapassar os 200 km/h. Algumas competições têm eventos de corrida de arrancada, na qual toda a energia da bateria pode ser gasta numa única explosão avassaladora. E é um membro da NEXBLADES, equipe de Kent, que detém o recorde atual: 0-100 km/h em 1,2 segundo – mais rápido do que, digamos, um SVR tipo F. Em 2016, os melhores pilotos de drone do mundo se reuniram em Dubai para a corrida inaugural do World Drone Prix. Mais de 150 equipes competiram. Um estudante de 15 anos de FOTOGRAFIA: ANSGAR SOLLMANN, XBLADES MEDIA HOUSE A corrida de drones se tornou um grande negócio, com várias ligas de competição que atraem pilotos com muitos prêmios em dinheiro. Luke Bannister (acima, à direita) e Gary Kent (mais abaixo), membros da equipe NEXBLADES, estão entre os que procuram assumir a liderança à medida que o esporte continua a crescer. 32 THE JAGUAR

A CORRIDA DE DRONES FLORESCEU E PASSOU DE UM HOBBY A UM EMPREENDIMENTO MULTIMILIONÁRIO THE JAGUAR 33

 

JAGUAR

JAGUAR MAGAZINE

 

A REVISTA JAGUAR celebra a criatividade em todas as suas formas, com características que inspiram emoção sensorial, do design sedutor até a tecnologia de ponta.

A edição mais recente apresenta algumas pessoas inspiradoras: de Luke Jennings, criador de Villanelle, uma das personagens mais interessantes dos últimos tempos, a Marcus Du Sautoy, que fala se a inteligência artificial está à beira de se tornar criativa. Na estrada, visitamos os EUA para explorar o paraíso gastronômico de Portland em um Jaguar I-PACE, levamos um Jaguar XE ao sul da França para uma visão de fotógrafo da charmosa cidade de Arles, e muito mais.

Na cidade somos todos pedestres.

© JAGUAR LAND ROVER LIMITED 2020

Registered Office: Abbey Road, Whitley, Coventry CV3 4LF
Registered in England No: 1672070
Os números referentes ao consumo de combustível são resultado de testes oficiais do fabricante em acordo com as leis da UE, possuindo função puramente comparativa. O consumo efetivo de um veículo pode diferir dos alcançados em tais testes.