The Jaguar 02

  • Jaguar
  • Carro
  • Corrida
  • Anos
  • Assim
  • Mundo
  • Carros
  • Pilotos
  • Equipe
  • Pista
Neste número, apresentamos um novo membro da família Jaguar, com o lançamento do E-PACE. Romain Grosjean, piloto de F1, revela a sua paixão pela Jaguar, e a equipe Panasonic Jaguar Racing apresenta um insight dos seus preparativos. Além disso, fomos conhecer a corrida de drones e passamos um dia excepcional com o XF Sportbrake.

DIREÇÃO INTELIGENTE

DIREÇÃO INTELIGENTE Rodas girando e decisões em frações de segundo: a tecnologia Smart Cone da Jaguar foi projetada para revelar o melhor de cada piloto no THE ART OF PERFORMANCE TOUR 2 na pista mais difícil do mundo TEXTO: Chris Stokel-Walker Adam Carroll, da Panasonic Jaguar Racing (esquerda) é um dos pilotos profissionais que testaram “a pista mais difícil do mundo” 58 THE JAGUAR

THE ART OF PERFORMANCE FOTOGRAFIA: © XISCO FURTHER/WWW.XISCOFURTHER.COM Precisamos ficar atentos o tempo todo. É muito fácil se fixar somente numa barreira e deixar de ver onde vai acender a próxima luz. Temos que manter o controle.” Adam Carroll, piloto da Panasonic Jaguar Racing, conhece bem os desafios de algumas das pistas mais difíceis do mundo. Como piloto profissional, ele está acostumado a prever curvas complicadas e manobras dos adversários em todas as condições, literalmente. Mesmo assim, ao guiar seu potente F-TYPE na pista de Brands Hatch, em Kent, no Reino Unido, ele não tira os olhos da pista e dos 24 cones brancos de plástico moldado com 70 cm de altura à sua frente, equipados com um pequeno sinal que emite uma luz verde quando ele passa, indicando para onde deve ir. “O truque é não usar marchas altas demais”, ele continuou. “Não entrar nas curvas rápido demais, mas também não economizar no freio.” Ele observa o próximo conjunto de cones que acende à sua frente; em seguida, faz o trajeto exato da curva com o F-TYPE e evita o subesterçamento, freando sem esforço, na medida exata para minimizar a perda de tempo. É trabalho de profissional – mas a imprevisibilidade da pista em constante mudança exige muito dele, forçando-o a mostrar as habilidades que fizeram dele um dos melhores pilotos de Fórmula E do mundo. A pista de Brands Hatch, que domina essa exibição de talento em competições de nível mundial, foi criada para demonstrar a inovadora tecnologia Smart Cone da Jaguar, uma nova forma de construir pistas de corrida e testar a capacidade de permanecer alerta, desenvolvida para a segunda edição do “The Art of Performance Tour” da Jaguar. O princípio é simples: antes de liberar os pilotos, até 24 sinais Smart Cone são colocados num espaço aberto com o tamanho adequado para formar a pista. Depois que o piloto já está em movimento, há mais de um milhão de formas de configurar os cones durante a corrida em si. Isso significa que, mesmo se o piloto fizer uma primeira curva perfeita, ele deverá ficar atento aos próximos sinais para ver como deverá reagir e fazer o melhor tempo geral. Por causa da imprevisibilidade e das possibilidades de configuração praticamente ilimitadas, a equipe da Jaguar Experience deu ao teste o nome de “pista mais difícil do mundo”. Entretanto, a tecnologia Smart Cone está longe de ser simples. “Cada kit Smart Cone tem diversos elementos diferentes”, explicou Will Garrity, membro da equipe do The Art of Performance Tour da Jaguar Experience, que ajudou a desenvolver a tecnologia Smart Cone e agora a apresenta a clientes do mundo todo. Resumindo numa palavra, os métodos envolvidos são “avançados”. Conforme os pilotos percorrem a pista, um sinal de GPS é transmitido do carro para um laptop, que armazena essas informações usando um software específico para isso. Em seguida, o laptop usa um chip controlado por rádio para transmitir sua saída diretamente para os sinais Smart Cone da pista em tempo real, usando uma rede mesh. O pulso faz com que os sinais mudem de cor, acendam ou diminuam a luminosidade, dependendo da localização do carro na pista, guiando o piloto para a próxima curva. Como isso acontece em milissegundos, os pilotos são forçados a ficar permanentemente alertas e, ao mesmo tempo, chegar ao limite do seu potencial – tirando o máximo da seleção de automóveis Jaguar potentes disponíveis para pilotagem nas pistas com Smart Cone. O sistema GPS é infinitamente mais preciso do “Não entre nas curvas rápido demais, mas também não economize no freio” que as soluções do mercado utilizadas na maioria dos carros. Consegue indicar a localização exata do carro na pista, com precisão de 200 milímetros, e, ao mesmo tempo, faz o ping no laptop 100 vezes por segundo. Dessa forma, até mesmo as mudanças mínimas no desempenho do carro na pista são registradas e usadas para reconfigurar a pista em tempo real. Depois que a pista é percorrida, os dados fornecem uma descrição detalhada de como você se saiu, com base em indicadores-chave de desempenho. “Registramos três dados: distância, precisão e tempo”, explicou Garrity. “Com base nesses três elementos, você obtêm sua pontuação.” Os resultados podem ser surpreendentes, já que é necessário dominar todos os três aspectos de uma corrida perfeita para ter uma pontuação alta. Pilotos profissionais, como Carroll e seu copiloto Mitch Evans, que realizaram muitos testes da tecnologia Smart Cone, sabem disso. Mesmo assim, de acordo com Garrity, nem sempre eles conseguem um tempo vencedor, pois com o Smart Cone cada pista é sempre diferente da outra. É simplesmente impossível saber como será a pista. O jeito é sentar ao volante de um Jaguar bem ajustado e tentar equilibrar aceleração, frenagem e atenção simultaneamente, tentando superar os cones. Isso garante uma experiência exclusiva, em que literalmente qualquer pessoa pode fazer seu melhor tempo e ser o vencedor do dia. “Uma competição em pequena escala no mundo inteiro seria interessante”, comentou Garrity. “O marido dirige priorizando velocidade e tempo, esquecendo a distância e a precisão, e a esposa tende a conseguir uma pontuação global mais alta.” Em breve, essas diferenças pequenas, mas decisivas, também poderão ser quantificadas num ranking geral mundial. “Pretendemos realizar uma competição global, regional e específica por país, usando a tecnologia Smart Cone,” disse ainda Garrity. “As pessoas poderão competir numa pista com tecnologia Smart Cone de última geração para ganhar prêmios, como ingressos para corridas de Fórmula E.” Entretanto, além de prêmios físicos, o que está em jogo é o orgulho – é, acima de tudo, o direito de dizer que você foi o melhor do mundo numa pista de corrida. Acesse jaguar.com/artofperformancetour para se registrar e concorrer a uma oportunidade de pilotar com a tecnologia Smart Cone no The Art of Performance Tour 2 THE JAGUAR 59

 

JAGUAR

JAGUAR MAGAZINE

 

A REVISTA JAGUAR celebra a criatividade em todas as suas formas, com características que inspiram emoção sensorial, do design sedutor até a tecnologia de ponta.

A edição mais recente apresenta algumas pessoas inspiradoras: de Luke Jennings, criador de Villanelle, uma das personagens mais interessantes dos últimos tempos, a Marcus Du Sautoy, que fala se a inteligência artificial está à beira de se tornar criativa. Na estrada, visitamos os EUA para explorar o paraíso gastronômico de Portland em um Jaguar I-PACE, levamos um Jaguar XE ao sul da França para uma visão de fotógrafo da charmosa cidade de Arles, e muito mais.

Na cidade somos todos pedestres.

© JAGUAR LAND ROVER LIMITED 2020

Registered Office: Abbey Road, Whitley, Coventry CV3 4LF
Registered in England No: 1672070
Os números referentes ao consumo de combustível são resultado de testes oficiais do fabricante em acordo com as leis da UE, possuindo função puramente comparativa. O consumo efetivo de um veículo pode diferir dos alcançados em tais testes.