The Jaguar 02

  • Jaguar
  • Carro
  • Corrida
  • Anos
  • Assim
  • Mundo
  • Carros
  • Pilotos
  • Equipe
  • Pista
Neste número, apresentamos um novo membro da família Jaguar, com o lançamento do E-PACE. Romain Grosjean, piloto de F1, revela a sua paixão pela Jaguar, e a equipe Panasonic Jaguar Racing apresenta um insight dos seus preparativos. Além disso, fomos conhecer a corrida de drones e passamos um dia excepcional com o XF Sportbrake.

O Clube Do

O Clube Do Jaguar PARA PILOTOS RÁPIDOS E DIFERENCIADOS SYBIL LUPP A lenda neozelandesa Sybil Lupp talvez não esteja presente nas listas mais comuns de pilotos emblemáticos. Porém, com uma carreira que inspirou mulheres pilotos durante gerações, sua influência no mundo automobilístico é digna de ser lembrada TEXTO: Paul Entwistle ILUSTRAÇÃO: Anna Parini A pequena fazenda de criação de ovelhas na Ilha Norte, Nova Zelândia, onde Sybil Audrey Marie Wellesley- Colley (nascida em 1916) cresceu, não tinha nada de diferente. Entretanto, desde a sua infância, a mulher que seria a primeira piloto de corrida da Nova Zelândia era diferente. Ela fazia suas próprias regras; não gostava de bonecas e casinhas de brinquedo. Dizem que destruiu um jogo de chá no seu aniversário de quatro anos porque não tinha “rodas e outras coisas”. Aos 11 anos, dirigia o carro do pai na fazenda, preparando-se para abalar a sociedade meiga da Nova Zelândia pré-guerra: ela não se envergonhava de ter gasolina nas veias. Independente e inovadora, fez um curso de manutenção automotiva por correspondência e vendia carros. Por ser uma jovem em uma profissão, e uma sociedade dominada por homens, ela admitiu que o trabalho era “difícil” e que teria desistido se não fosse “orgulhosa pra caramba”. Sendo assim, ela persistiu e venceu. Logo pôde abrir sua empresa de consertos e vendas de automóveis Jaguar. Foi o primeiro passo de um caso de amor com o Saltador (em referência ao felino que representa a marca) que durou a vida toda. Ela teve 15 automóveis Jaguar, inclusive um E-Type V12 dourado espetacular (que combinava com seu vestido de festa preferido), um XJS vermelho vibrante e um XK120 branco que seria sua “marca registrada”. Os carros foram o primeiro amor verdadeiro de Sybil, mas o mecânico e fanático por corridas Jack Lupp foi o segundo, em uma disputa muito acirrada. Trabalharam juntos na concessionária, e a loira inteligente e glamorosa, com olhos cinzentos fantásticos, despertou a sua atenção. Casaram-se em 1939, quando as primeiras consequências nefastas da guerra atingiram a Nova Zelândia. Sybil teve uma “guerra tranquila”, atuando como motorista da Força Aérea Feminina Auxiliar da Nova Zelândia. Entretanto, em 1945, a tragédia a atingiu quando Jack morreu em decorrência de um ataque cardíaco. Dois anos depois, ela se apaixonou por Percy, irmão de Jack, também fanático por carros. Casaram-se e fundaram o Otago Sports Car Club. Como não poderia deixar de ser, Sybil ganhou a corrida inaugural do clube e, usando um macacão por cima do vestido, ela se acostumou a vencer, colecionando mais e mais troféus, superando seus adversários masculinos. Sybil levou a vida pisando fundo. Em 1961 seu segundo casamento chegou ao fim, mas a concessionária da Jaguar fundada por ela e pelo ex-engenheiro da marca, Lionel Archer, ia muito bem. Em 1969, Lionel finalmente a pediu em casamento sobre o capô de um Jaguar, e Sybil casou-se pela terceira (e última) vez. A idade não acabou com a velocidade nem com o estilo de vida de Sybil. Ela simplesmente se adaptava. Mesmo assim, aos 74 anos, ela fez uma concessão à idade avançada: comprou um XJS vermelho com transmissão automática e direção hidráulica. Sybil faleceu em 1994, aos 78 anos. Seu cortejo fúnebre foi acompanhado por uma carreata do clube automobilístico. Combinando estilo, eloquência, elegância e puro talento para corridas, ela inspiraria pilotos femininas por várias gerações, mostrando que não é preciso se masculinizar para vencer em um mundo dominado por homens. Basta ter gasolina nas veias e uma obsessão pela pilotagem que perdure a vida inteira. 78 THE JAGUAR

CASTROL EDGE PROFESSIONAL EXCLUSIVELY RECOMMENDED BY JAGUAR. TITANIUM STRONG FOR MAXIMUM PERFORMANCE. CO-ENGINEERED TO MEET THE NEEDS OF JAGUAR. Boosted with TITANIUM FST , Castrol EDGE Professional is our strongest and most advanced range of engine oils yet. Its TITANIUM FST doubles its film strength, preventing oil film breakdown and reducing friction. This gives you the confidence to be in perfect sync with your car and push the boundaries of performance. That’s why Castrol EDGE Professional is recommended by Jaguar. www.castrol.com

 

JAGUAR

JAGUAR MAGAZINE

 

A REVISTA JAGUAR celebra a criatividade em todas as suas formas, com características que inspiram emoção sensorial, do design sedutor até a tecnologia de ponta.

A edição mais recente apresenta algumas pessoas inspiradoras: de Luke Jennings, criador de Villanelle, uma das personagens mais interessantes dos últimos tempos, a Marcus Du Sautoy, que fala se a inteligência artificial está à beira de se tornar criativa. Na estrada, visitamos os EUA para explorar o paraíso gastronômico de Portland em um Jaguar I-PACE, levamos um Jaguar XE ao sul da França para uma visão de fotógrafo da charmosa cidade de Arles, e muito mais.

Na cidade somos todos pedestres.

© JAGUAR LAND ROVER LIMITED 2020

Registered Office: Abbey Road, Whitley, Coventry CV3 4LF
Registered in England No: 1672070
Os números referentes ao consumo de combustível são resultado de testes oficiais do fabricante em acordo com as leis da UE, possuindo função puramente comparativa. O consumo efetivo de um veículo pode diferir dos alcançados em tais testes.