THE JAGUAR 04

  • Jaguar
  • Carro
  • Anos
  • Carga
  • Autonomia
  • Desempenho
  • Mundo
  • Tecnologia
  • Tudo
  • Arte
Uma incrível viagem à bordo do elétrico Jaguar I-PACE em Portugal | Entrevistas exclusivas sobre a criação do revolucionário I-PACE | Reinventando um clássico: E-TYPE Concept Zero | Os 50 anos do icônico sedã Jaguar XJ | Uma entrevista exclusiva com a estrala do tênis Johanna Konta | Os computadores são capazes de revolucionar a arte ?

ENSAIO CHEGA DE SER O

ENSAIO CHEGA DE SER O PATINHO FEIO COMO A TECNOLOGIA VERDE SE EMBELEZOU TEXTO: Olivia Solon ILUSTRAÇÃO: Mario Wagner Até recentemente, escolher uma versão “mais verde” de um produto significava ceder na usabilidade e no design para, em troca, fazer a sua parte pelo planeta. Sujeitar-se a painéis solares nada atraentes e às formas constrangedoras dos carros elétricos e das primeiras lâmpadas fluorescentes compactas era uma forma de autopunição para os devotos do meio ambiente – um pouco como o veganismo antes de ele virar “nutrição à base de vegetais” e ser endossado por famosos como Beyoncé. Na última década, porém, a tecnologia verde transformou- -se como um cisne, à medida que os designers e criadores passaram a dedicar tanta atenção à forma final dos produtos quanto à função deles. Pode parecer fútil dar tanta ênfase à estética, mas você não fará as massas mudarem de comportamento se elas tiverem de abrir mão da praticidade ou usar algo com visual desagradável. Um bom exemplo é o termostato. Antigamente, tratava-se de uma caixa bege com visor de calculadora, totalmente desprovida de glamour, até que produtos como o Nest e seus contemporâneos inteligentes transformaram-no numa esfera radiante que você controla pelo smartphone. Ele não só ficou mais bonito, como apresenta um desempenho melhor, aprendendo com o comportamento que você tem em casa para gerar economia nas contas do aquecimento. O mesmo ocorreu em outras partes do lar, graças a empresas como a Plumen, cujas lâmpadas de baixo consumo vêm em formas tão esculturais, que não precisam ficar escondidas dentro de um abajur – ao contrário dos pinos e espirais dos modelos mais antigos. No telhado, telhas solares já são concebidas de modo a serem indistinguíveis de materiais como ardósia ou betume, permitindo que você reduza as contas de eletricidade da sua casa sem arruinar sua arquitetura de época. Fora do ambiente doméstico, os veículos elétricos evoluíram, passando de carrinhos de golfe invocados a automóveis que estão entre os mais sedutores nas estradas – capazes de chamar a atenção até dos mais fanáticos apreciadores de carros. Veja, por exemplo, o I-PACE da Jaguar, um crossover de luxo totalmente elétrico que dispara de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos. Para quem prefere as duas rodas, 2018 testemunhará a estreia da Vespa Elettrica, que mantém as linhas retrô da emblemática lambreta italiana, ao mesmo tempo que incorpora um motor completamente elétrico e silencioso, capaz de rodar 100 quilômetros com uma carga. É perfeita para o mod* dos dias atuais, para quem manter a consciência limpa é tão importante quanto locomover-se em grande estilo. No entanto, não adianta comprarmos todos esses artefatos sofisticados se não fizermos nada a respeito da maneira pela qual obtemos nossos alimentos. A agricultura é a atividade humana que mais contribui para a mudança climática, sendo responsável por um quarto das emissões de gases do efeito estufa. Com o aumento da urbanização do mundo, faz sentido produzir alimentos localmente, dentro de fazendas verticais em ambiente fechado. Esses galpões de alta tecnologia são capazes de fazer o cultivo em um ambiente controlado, sem luz solar, solo nem pesticidas e com impacto ambiental mínimo. Contudo, a tecnologia verde se sobressai de fato quando atua como uma camuflagem agradável para processos bastante desagradáveis. Em Copenhagen, por exemplo, o arquiteto Bjarke Ingels está perto de finalizar, no centro da cidade, uma usina que converte lixo em energia elétrica, com uma rampa de esqui de 600 metros de comprimento no telhado – algo que, ele espera, aumentará as chances dos dinamarqueses nas próximas Olimpíadas de Inverno. No Reino Unido, um processo mais macabro também foi remodelado pela tecnologia verde: o excedente de calor gerado por um crematório em Worcestershire – que, de outra forma, se perderia na atmosfera – agora recebeu um novo uso, o de aquecer uma piscina nas proximidades. Entretanto, o melhor exemplo de reformulação criativa da tecnologia verde talvez seja o homem que construiu uma engenhoca que transforma cocô de cachorro em combustível para um poste de iluminação. Uma ideia realmente brilhante! 78 THE JAGUAR * N. do T. – Os mods eram uma subcultura jovem da Inglaterra dos anos 1960. Em contraposição aos rockers, que vestiam roupas de couro e andavam de motocicleta, os mods trajavam ternos elegantes e andavam de lambreta.

CASTROL EDGE PROFESSIONAL DESEMPENHO DE EQUIPE DESENVOLVIDO EM PARCERIA COM A JAGUAR Há muitos anos, trabalhamos incansavelmente com a Castrol para desenvolver óleos de motor sob medida para as necessidades de desempenho do seu Jaguar. O Castrol EDGE Professional é resultado dessa parceria. Com rigorosa qualidade, este lubrificante é cuidadosamente formulado por especialistas em tecnologia da Castrol e engenheiros da Jaguar para aumentar a economia de combustível, reduzir as emissões de CO 2 e maximizar o desempenho e a durabilidade do motor do seu Jaguar. O Castrol EDGE Professional está disponível exclusivamente no seu Concessionário Jaguar local. RECOMENDADO PELA JAGUAR COM EXCLUSIVIDADE

 

JAGUAR

JAGUAR MAGAZINE

 

A REVISTA JAGUAR celebra a criatividade em todas as suas formas, com características que inspiram emoção sensorial, do design sedutor até a tecnologia de ponta.

A edição mais recente apresenta algumas pessoas inspiradoras: de Luke Jennings, criador de Villanelle, uma das personagens mais interessantes dos últimos tempos, a Marcus Du Sautoy, que fala se a inteligência artificial está à beira de se tornar criativa. Na estrada, visitamos os EUA para explorar o paraíso gastronômico de Portland em um Jaguar I-PACE, levamos um Jaguar XE ao sul da França para uma visão de fotógrafo da charmosa cidade de Arles, e muito mais.

Na cidade somos todos pedestres.

© JAGUAR LAND ROVER LIMITED 2020

Registered Office: Abbey Road, Whitley, Coventry CV3 4LF
Registered in England No: 1672070
Os números referentes ao consumo de combustível são resultado de testes oficiais do fabricante em acordo com as leis da UE, possuindo função puramente comparativa. O consumo efetivo de um veículo pode diferir dos alcançados em tais testes.