THE JAGUAR 05

  • Jaguar
  • Carro
  • Corridas
  • Carros
  • Corrida
  • Mundo
  • Anos
  • Motor
  • Velocidade
  • Desempenho
Descubra um lado diferente de Eva Green | Será possível que seu próximo taxi seja um Jaguar I-PACE autônomo? | O que é preciso para quebrar um recorde em uma volta no lendário circuito Nürburgring Nordschleife | Nossos “petrolheads” competindo na nova série de corridas 100% elétricas da Jaguar | Conheça os detalhes das mais recentes edições especiais dos modelos XE e XF: o 300 SPORT

TESTE DE ESTRADA A

TESTE DE ESTRADA A propósito, um aviso: se você gosta de cappuccino ou latte, faça seu pedido logo cedo. Os italianos não veem com bons olhos o leite no café a partir do meio da manhã, e ouvi dizer que alguns lugares simplesmente se recusam a atender você. Melhor obter sua ingestão diária de laticínios na forma de gelato – o de stracciatella realmente satisfaz. Entrando de novo no XE 300 SPORT com os olhos devidamente arregalados pela cafeína, volto a desfrutar do espaço à minha volta. A costura amarela que adorna o couro é realmente um toque elegante. Não é esnobe nem berrante, mas o que essa combinação contrastante evoca faz o pulso acelerar de imediato. Pense em onde ela aparece na natureza: em vespas, sapos venenosos e algumas cobras, o que faz você se endireitar e prestar atenção. Aqui, ela é um pequeno lembrete de que você tem 300 cv e 400 Nm de torque à sua disposição. Por falar nisso, o Ingenium é um motor interessante e um fator-chave na capacidade do XE de encarar tão bem as estradas. Por ser um motor turbo de quatro cilindros todo de alumínio, ele é leve, e isso ajuda a frente do carro a passar uma sensação de agilidade. A transmissão de potência também é agradavelmente progressiva, ansiosa pela aceleração e mais entusiasmada à medida que sobe para perto da faixa vermelha. É claro que toda essa potência e todo esse torque não seriam úteis se o carro não pudesse passá-los para a estrada, mas o XE 300 SPORT tem outro truque na manga: a tração nas quatro rodas. Mesmo com acelerações relativamente abruptas em superfícies imperfeitas, o XE não desperdiça sua potência. Devido à maneira pela qual os sistemas distribuem a potência, o XE parece ter uma força ligeiramente maior na parte traseira, e essa sensação de sair de uma curva – empurrando pela traseira, e não puxando pela dianteira – é crucial para um sistema dinâmico de tração nas quatro rodas. Quando nos dirigimos para Catânia, o acidente geográfico mais imponente da ilha domina cada vez mais o horizonte. Com 3.329 metros de altura, o Monte Etna é o vulcão ativo mais alto da Europa. E a cor do carro em que me encontro combina com ele, pois meu XE é pintado de Caldera Red – o que remete à caldeira de um vulcão, formada quando parte dele desmorona. A do Etna é a Caldeira do Piano, surgida há 2 mil anos perto da base do cone. “A TRANSMISSÃO DE POTÊNCIA É 26 THE JAGUAR

AGRADÁVEL, ANSIOSA PELA ACELERAÇÃO E MAIS ENTUSIASMADA À MEDIDA QUE SOBE.”

 

JAGUAR

JAGUAR MAGAZINE

 

A REVISTA JAGUAR celebra a criatividade em todas as suas formas, com características que inspiram emoção sensorial, do design sedutor até a tecnologia de ponta.

A edição mais recente apresenta algumas pessoas inspiradoras: de Luke Jennings, criador de Villanelle, uma das personagens mais interessantes dos últimos tempos, a Marcus Du Sautoy, que fala se a inteligência artificial está à beira de se tornar criativa. Na estrada, visitamos os EUA para explorar o paraíso gastronômico de Portland em um Jaguar I-PACE, levamos um Jaguar XE ao sul da França para uma visão de fotógrafo da charmosa cidade de Arles, e muito mais.

Na cidade somos todos pedestres.

© JAGUAR LAND ROVER LIMITED 2020

Registered Office: Abbey Road, Whitley, Coventry CV3 4LF
Registered in England No: 1672070
Os números referentes ao consumo de combustível são resultado de testes oficiais do fabricante em acordo com as leis da UE, possuindo função puramente comparativa. O consumo efetivo de um veículo pode diferir dos alcançados em tais testes.