THE JAGUAR 05

  • Jaguar
  • Carro
  • Corridas
  • Carros
  • Corrida
  • Mundo
  • Anos
  • Motor
  • Velocidade
  • Desempenho
Descubra um lado diferente de Eva Green | Será possível que seu próximo taxi seja um Jaguar I-PACE autônomo? | O que é preciso para quebrar um recorde em uma volta no lendário circuito Nürburgring Nordschleife | Nossos “petrolheads” competindo na nova série de corridas 100% elétricas da Jaguar | Conheça os detalhes das mais recentes edições especiais dos modelos XE e XF: o 300 SPORT

CINEMA E CULTURA Eva

CINEMA E CULTURA Eva Green está de volta do espaço. Ou, pelo menos, o mais próximo que se pode chegar do espaço sem passar algumas décadas treinando para ser astronauta. Em meados do ano, a atriz francesa concluiu as filmagens de Proxima, longa-metragem que reúne drama, ação e ficção científica e no qual ela interpreta uma astronauta prestes a passar um ano em rotação na Estação Espacial Internacional. O filme de Alice Winocour, que chega às telas em 2019, foi rodado em locais utilizados por astronautas de verdade, como instalações de treinamento de voo de alto nível na Alemanha, Rússia e Cazaquistão. “Foi especial porque nenhuma equipe de filmagem tinha estado antes em alguns desses lugares para esse tipo de trabalho”, diz Green. Uma parte importante e exaustiva da preparação para o papel foi o treinamento intenso, no qual ela trabalhou com astronautas que a ajudaram a ter uma noção da vida no espaço. “Tive que fazer muitos giros [multiaxiais] e o traje espacial também é bem pesado. É necessário ter um traseiro forte para ser astronauta!”, sorri a atriz de 38 anos de idade. No entanto, o que torna o papel tão exigente é assumir a postura mental de um astronauta. “Minha personagem em Proxima tem uma filha jovem, então ela está em profundo conflito. É uma história muito humana”, revela Green. “Estou admirada; os astronautas são verdadeiros heróis”, continua. “É preciso muita força mental para ir até lá, deixar para trás sua família, sua vida... Os astronautas dizem que nunca se sentem totalmente de volta quando retornam – que deixaram algo de si mesmos lá em cima. Eles trabalham tanto para fazer algo tão extraordinário, que é difícil para as pessoas comuns se identificarem com isso. Para mim, isso os torna quase sobrenaturais”. Essa característica etérea, de outro mundo, é algo natural para Green. Espectadores do mundo todo vieram a conhecê-la como uma mulher com talento para o poético – mas também com algo de noturno, no melhor dos sentidos. Isso também se reflete em sua filmografia. Ela tem se destacado em papéis principais com personagens oníricas e, De Os Sonhadores, sua estreia no cinema, a 007 – Cassino Royale, filme em que atuou ao lado de Daniel Craig e que a fez estourar, Green se deleita em interpretar personagens fortes e misteriosas. “TENHO TANTO MEDO DE ALTURA, QUE NÃO SABIA SE CON- SEGUIRIA. EU ME SURPREENDI MUITO.” muitas vezes, sombrias; em O Lar das Crianças Peculiares, de Tim Burton (2016), ela interpretou uma diretora de escola rígida, capaz de se transformar em um falcão e de manipular o tempo. Já na tela pequena, ela fez papel de bruxa na série de terror Penny Dreadful. Recentemente, Green desempenhou outro papel ambicioso, desta vez na refilmagem de Dumbo em live-action, feita por Tim Burton. Em sua terceira colaboração com esse cineasta fantasmagórico, ela interpretou uma trapezista – o que não é pouca coisa para uma mulher que declaradamente tem fobia de altura. “Eu me surpreendi muito”, ela admite alegremente a respeito do papel. “Tenho tanto medo de altura que não sabia se conseguiria. Mas tive pessoas maravilhosas me ensinando. Elas foram muito pacientes – eu comecei bem perto do chão e depois fui galgando posições mais altas, literalmente. Isso também envolveu muito a parte física – você precisa de braços e abdômen muito fortes.” FOTOS: PICTURE ALLIANCE/EVERETT COLLECTION, CINELIZ/ALLPIX/LAIF 44 THE JAGUAR

THE JAGUAR 45

 

JAGUAR

JAGUAR MAGAZINE

 

A REVISTA JAGUAR celebra a criatividade em todas as suas formas, com características que inspiram emoção sensorial, do design sedutor até a tecnologia de ponta.

A edição mais recente apresenta algumas pessoas inspiradoras: de Luke Jennings, criador de Villanelle, uma das personagens mais interessantes dos últimos tempos, a Marcus Du Sautoy, que fala se a inteligência artificial está à beira de se tornar criativa. Na estrada, visitamos os EUA para explorar o paraíso gastronômico de Portland em um Jaguar I-PACE, levamos um Jaguar XE ao sul da França para uma visão de fotógrafo da charmosa cidade de Arles, e muito mais.

Na cidade somos todos pedestres.

© JAGUAR LAND ROVER LIMITED 2020

Registered Office: Abbey Road, Whitley, Coventry CV3 4LF
Registered in England No: 1672070
Os números referentes ao consumo de combustível são resultado de testes oficiais do fabricante em acordo com as leis da UE, possuindo função puramente comparativa. O consumo efetivo de um veículo pode diferir dos alcançados em tais testes.